Browsing Tag

casamento fora da cidade

casamento emocionante Vanessa Cleiton
Crianças no Casamento, Família no Casamento

Casamento emocionante: ação, suspense e comédia no grande dia!

Quando um colega começou a contar, na roda da galera, o que tinha acontecido no dia do casamento da irmã dele, eu nem dei muita bola. Sério! Achava que o rapaz estava exagerando e fantasiando umas situações pra angariar aqueles minutinhos de atenção exclusiva que todos querem, né?!

Bem, a história misturava ação, suspense e um pouco de comédia, em uma narrativa de deixar qualquer um meio embasbacado. Só acreditei, de fato, quando ele tirou o celular do bolso e mostrou essa foto do primeiro episódio, no mínimo, fora do comum, que aconteceu momentos antes da cerimônia da Vanessa e do Cleiton.

Eis a foto:

casamento emocionante Vanessa e Cleiton carro capotado

😯  😯  😯

E o que aconteceu, jesuixxxx?

Esse era o carro que iria levar a noiva para ao buffet, onde o casamento aconteceria. Nele, estavam o pai e o primo da Vanessa, o Alexandre, padrinho de casamento e motorista naquele momento. O problema é que, no caminho, os dois foram trancados por outro veículo lotado de bandidos armados. E o pior: eles estavam atirando mesmo!

A primeira reação do Alexandre foi dar a ré e tentar fugir, já que a estrada era escura e isolada. Eles caíram em um buraco e o carro capotou, ficando com as rodas para cima, como vocês puderam ver, em um riacho bem estreito. Os bandidos, talvez pensando que os ocupantes do veículo estivessem mortos, deram meia volta e se mandaram.

casamento emocionante vanessa e Cleiton carro capotado

Como o riacho era estreito, meu primo e meu pai não conseguiram abrir as portas do carro. Eles perceberam que a água estava entrando pela traseira do carro e então viram que o vidro de trás estava quebrado. Foi por ali que meu primo conseguiu sair e depois ajudou meu pai.

Acreditem: graças a Deus, os dois não sofreram graves ferimentos e ficaram bem. A questão, naquele instante pós-capotamento, era conseguir sair dali e chegar ao casamento.

Meu pai, ainda desorientado com o ocorrido, voltou para estrada para pedir ajuda, mas ninguém parava. As pessoas tinham medo! Foi quando um primo do meu noivo parou quando ouviu o grito de “EU SOU O PAI DA NOIVA!”. Eu cheguei ao buffet no carro dos fotógrafos!

noiva casamento emocionante Vanessa

O Alexandre, primo-padrinho, que estava dirigindo o carro, não presenciou a celebração. 😥   Infelizmente, ele só conseguiu chegar na festa depois do jantar. Precisou fazer todos os trâmites lá na polícia, além de esperar o guincho para retirada do carro. Já viu a demora, né?! Uma pena!

A entrada da noiva

Ufa! Finalmente, lá vem a noiva. O paizão do lado. São e salvo! Aleluia! 🙌

Pois não é que a assessora foi arrumar o véu da Vanessa no comecinho da passarela e ops…olha o que aconteceu (0:08”):

Eu percebi pelo tranco, mas não culpo a assessora. O véu era bem pesado, pois tinha pedras na lateral e acredito que faltou um pouquinho de grampos para dar mais sustentação. Na hora que percebi, dei uma paradinha, mas pensei: “bom, não tem o fazer agora, tem que seguir em frente”.

Meninas, estão vendo? Espírito esportivo e cabeça fria são fundamentais no dia do casamento. Mesmo sem o véu, a noiva nem esquentou e depois se deu conta que o incidente deixou as costas do vestido, que eram lindas de morrer, mais à mostra, deixando tudo ainda melhor do que o planejado.

casamento emocionante cerimônia Vanessa e Cleiton

Quer mais? O noivo de saia justa 

Vocês já devem ter lido a história das Crianças no Casamento. Se não leu, vai lá! Com os pequenos, tudo fica ainda mais imprevisível e fofo!  😉 

No casamento da Vanessa, a daminha de 2 anos e meio, estava andando lindamente até o altar, mas no finalzinho, adivinhem! Resolveu dar meia volta e “tchau, quero ir embora daqui, cansei de ser daminha” 😂 .

O noivo se apressou para pegá-la no colo. Ao se abaixar…práaaa. A calça se abriu no fundo!!! Tem noção?!  

casamento emocionante calça rasgada do noivo

A sorte era que o casaco dele era grande e tapou. Pedi linha e agulha para assessora antes de entrarmos na festa e costurei hahaha. No final deu tudo certo e a moça da loja nos pediu desculpa porque provavelmente a costura não estava bem forte.

A Vanessa contou tudo isso com muito bom humor. Não se chateou em nenhum momento e aproveitou o máximo o casamento que planejou durante meses. Nenhum pequeno (ou grande) detalhe diminuiu a beleza desse dia especial e emocionante. Com certeza, um marco na vida do casal, que comemora 10 anos de história juntinhos.

casamento emocionante Vanessa e Cleiton trash the dress

*Fotos do Trash The Dress em Ilhabela:  Monte Castelo Eventos Oficial

Noiva com Buquê
Criatividade, Economia

Um lindo casamento fora da cidade!

O post de hoje é mais que especial pra mim. Não só por ser o primeiro do ano, mas por se tratar da história da minha grande amiga, Jamille Morais. <3 São quase 15 anos de amizade e, claro, muitos segredos e sonhos compartilhados. Como boa romântica que sou, sempre torci pra ela encontrar o amor pra vida toda e, em 2013, ela encontrou. Ou melhor, REencontrou. O príncipe era o Daniel Melo. Um amigo e amor antiiiiigo que, após mais de uma década sumido do mapa, reapareceu botando ordem na casa de vez, hahaha. O pedido foi super marcante, em frente ao colégio onde estudamos e onde eles se conheceram. Seis meses depois, os pombinhos já estavam a caminho do altar pra alegria geral da nação!!! Amor é assim, arrebata a gente e não quer saber de nada mais!!!

O casamento da bailarina com o “cara do marketing” tinha que ter identidade. Cada detalhe seria pensado pelo casal gracinha com muito carinho. Maaaas, vocês sabem… Ver o que queremos e como queremos, muitas vezes, requer trabalho em dobro. E eles ralaram pra caramba! Como eu, a Jamille teve pouquíssimo tempo e um orçamento apertado pra planejar o grande dia. A primeira boa alternativa foi utilizar a casa de praia do noivo, em Beberibe, a cerca de 80 km de Fortaleza, pra fazer a festa. Eles nem se preocuparam em lutar pra garantir uma vaguinha na agenda lotada da paróquia da cidade. Correram até a Praia de Morro Branco e lá conseguiram rapidinho e, o melhor, sem gastar sequer UM REAL, marcar a data na Capelinha de São Pedro dos Navegantes. Pronto. Era 27 de julho de 2014 e não dava mais pra fugir, hahaha. 😀

Igreja Casamento

Só que a aventura estava apenas começando! Como fazer um casamento bonito e diferente, com pouca grana e tão longe dos principais fornecedores? Criatividade, estratégia e amizade, meu bem! Cada um ganhou uma tarefa específica. Todos os talentos tiveram que aparecer. Quem sabia costurar? Quem cantava? Quem entendia de vídeo? E por aí vai… Eu recebi logo a encomenda das garrafas decoradas pras mesas dos convidados. Minha prima fez cataventos brancos. O vestido da noiva foi criação da tia dela. Outro amigo filmou tudo o que pôde e fez um clipe lindo pros noivos. Os brownies deliciosos foram arte do próprio casal. As mães dos noivos cuidaram da decoração e das lembrancinhas.

Lembrancinhas Mudas de Flores em casamento

Noiva em Casamento na Praia

E enquanto umas coisas se resolviam, outras se complicavam. Como se tratava de um casamento fora da cidade, fora até da Região Metropolitana, os orçamentos de cerimonial, flores e buffet móvel eram altíssimos. Foi muita pesquisa e dor de cabeça, até que eles decidiram contratar quase tudo por lá mesmo. A cerimonialista era de Cascavel, que fica bem próximo. O buffet, de Beberibe. Já as flores tiveram que sair de Fortaleza, transportadas na madrugada.

Casa para Casamento

O tempo passou voando e logo chegou o final de semana do casamento, quando TU-DO iria acontecer. E quem pensa que noivo não sofre, não conhece o Daniel. Ele cismou que queria uma tenda, mas tinha que ser feita por ele, com véus e bambus. Pois bem, encomendou o material e reservou o sábado, antes da festa, para a empreitada mais engraçada do ano. Parecia comédia de cinema mudo. 😆 Ele fincava as estacas, o vento derrubava. Colocava a coberta, o vento levantava. O sol tinindo, bronzeando a pele e torrando o juízo; e nada da bendita tenda ficar de pé. Já era noite, quando o projeto finalmente deu certo, com uma mãozinha do irmão dele, Rafael. Olha a bichinha lá atrás, na foto.

Noiva Jogando o Buquê

Do outro lado, estava a noiva com o carro cheio de daminhas e padrinhos seguindo para o ensaio do cortejo. A caminho da igreja, ela resolveu passar na casa. Quem achou de dar o prego? Todo castigo pra uma noiva desesperada é pouco, né? Hahaha. 😀 Bem uma hora depois, uma carona apareceu pra salvar a pátria. Com quase tudo pronto, a noite foi de ansiedade pela hora do sim e torcida pra que não chovesse, afinal é praia, né?

Ainda era madrugada, quando a correria começou na casa. Todo mundo se trocando. A decoração sendo finalizada. Enquanto isso, muuuuuuita gente ainda pegava a estrada, inclusive o irmão da noiva que ficou encarregado de levar o bolo. “Será que vai chegar inteirinho, aqui?” Era só o que ela pensava. 😯 Chegou, gente. Calma, respira!

Cada um deu o seu jeitinho pra estar lá a tempo, inclusive nós, a “turma da escola”, que saímos da capital às 7h da matina no Fiat Uno do nosso amigo, Gladson, mais felizes que menino indo pra excursão no Beach Park. A viagem de uma hora e meia teve direito a lenço no cabelo, estilo Thelma e Louise, trilha sonora do F.R.I.E.N.D.S e parada em posto de combustível pra trocar de roupa. Nenhuma maluquice com seus amigos é demais, né? 😛 Muito amor envolvido.

Madrinhas Casamento

Encontramos a capelinha e, em pouco tempo, o lugar estava lotado. De longe avistamos o carro da noiva. Todos estavam lá. Êpa, quase todos. Cadê o padre? Ligavam e ligavam pro número dele… E nada! Quase uma hora já havia se passado. Deu tempo até de comprar arroz num mercadinho lá perto. Seria o primeiro caso em que, no lugar do noivo, foi o padre quem fugira. Oh, meu Deus, como pode? Imagine só, os nervos da Jamille, esperando ansiosa dentro do carro. Já tava até pedindo a São Longuinho pra acharmos este hômi, quando, de repente, se aproxima aquele rapaz, com lupa de surfista e semblante descontraído. Acena e entra na sacristia. Segundos depois, ele estava prontinho. Era o dito cujo!

Noivos e padre em Casamento

Os contratempos foram esquecidos! A celebração foi linda, a noiva parecia um sonho, era alegria e só.  Teve beijo apaixonado e chuva de arroz. <3 Foi assim o começo do “felizes para sempre”!!!

Saída dos Noivos com Arroz

Detalhe: Depois descobrimos que o “padim” descolado era integrante de uma banda de rock religioso e tinha se apresentado na noite anterior  no Halleluya. Oo Deve ter celebrado o casamento “virado”, mas , apesar do susto que deu na gente, arrasou com umas palavras inspiradas na hora do sermão. No fim das contas, tenho certeza que a Jamille e o Daniel ficaram mais que satisfeitos com cada detalhe desse dia tão especial. Já as presepadas do caminho tornaram o sonho ainda mais divertido! Como é na vida real!!! 😉

Beijo dos Noivos

Bom humor e muito amor aos dois, sempre! =*

No próximo post

Você já considerou a possibilidade de casar no parque? Semana que vem, nós contamos a história de um casal que investiu na ideia e como o desafio valeu à pena!