Browsing Category

Erros e lições

doença antes do casamento
Erros e lições, Família no Casamento

“Descobri que estava bem doente nos preparativos do casamento”

Foi amor à primeira vista. Quando a Caroline se encontrou com o Rafael, (depois de várias tentativas frustradas do rapaz, diga-se de passagem) as borboletinhas no estômago dela finalmente gritaram: É ELE!!! 😍 

Desde esse dia não nos separamos mais. Noivamos um ano depois, no dia 31 de dezembro de 2014.  

O casamento foi marcado para o fim de julho de 2016. Porém, cerca de três meses antes do tão sonhado SIM no altar, algo estranho começou a incomodar a noiva.

Estava com uma tosse horrível, mas como tenho várias “ites” (rinite, sinusite e bronquite) não me preocupei.  Tomei meus remédios de costume e segui. No final de maio, ainda estava ruim. A tosse só aumentava! Procurei meu pneumologista e ele disse que se tratava de um processo alérgico. Mas alguma coisa estava errada, pois remédio nenhum estava fazendo efeito.

Ela voltou ao médico e, dessa vez, fez uma radiografia dos pulmões. O exame mostrou uma lesão em um dos órgãos. Foram mais alguns dias de angústia e outros exames até o diagnóstico da doença antes do casamento: tuberculose! Enfermidade infectocontagiosa que pode ser fatal e que progride silenciosamente.

doença antes do casamento

Não tinha sintoma algum, fora a tosse. A febre só veio dois dias antes do resultado. Não havia emagrecido, pois estava comendo muito por conta da ansiedade. Aquilo foi desesperador, não só por estar doente, mas pelo medo de ter passado para alguém da família, meu noivo, ou pior, para os meus alunos, já que sou professora. 

Que situação complicada! A Carol começou o tratamento da doença no mesmo dia que recebeu o resultado final. Um tratamento um tanto quanto sofrido, mas que não a fez desistir do sonho de casar como o planejado.

doença antes do casamento

“Com o tratamento vieram as dores horríveis, muita falta de ar, enjoo, sono, fraqueza. Mas em momento algum pensei em cancelar o casamento. Fiquei uma semana sem conseguir fazer nada da festa. Meus convites estavam todos para fazer, mas eu só conseguia dormir. Uma semana depois, decidi que seria mais forte que a doença e comecei a fazer o que faltava.”

A noiva explicou que, depois de 15 dias seguindo o tratamento, não há mais grande risco de contágio, mas é necessário evitar lugares fechados e com muitas pessoas. Com quase três meses de tomando os remédios, o risco é praticamente zero. Claro, sempre é preciso tomar precauções como: usar máscara, lavar as mãos frequentemente, etc. Muitas pessoas têm preconceito com a tuberculose, por falta de informação. A força e a ajuda da família e do noivo da Carol foram fundamentais nesse período.

doença antes do casamento

O remédio tem alguns efeitos colaterais como queda de cabelo (raro mas, mas aconteceu comigo) e manchas na pele. Passei dois meses tomando 4 comprimidos gigantescos todos os dias pela manhã, em jejum. O brinde de casamento foi apenas simbólico, pois eu não podia ingerir bebida alcoólica.

doença antes do casamento

(Já viu esse post emocionante sobre como a filha envolveu o pai com Alzheimer nos preparativos do casamento?)

Aflição no dia do casamento

Como se não bastasse tudo que a noiva teve que passar por conta da tuberculose, no dia do casamento, ela ainda precisou lidar com um super atraso da costureira.  😡 

Estava uma pilha de nervos! Minha mãe, que iria se arrumar comigo, estava super atrasada e foi aí que percebi que havia alguma coisa errada. Liguei em casa e descobri que a costureira, onde todas as madrinhas tinham mandado fazer os vestidos, não havia entregado as peças. Faltavam também os vestidos das minhas damas, que mandei fazer na mesma costureira.  Comecei a chorar! Tomei 5 copos de água com açúcar e nada de ficar calma. 

Imagine a loucura! Por fim, os vestidos foram entregues 20 minutos antes do casamento, todos com defeitos.

A Carol merece os parabéns, hein?! Segurou a onda e não deixou o desespero acabar com o brilho do momento. No horário marcado, lá estava ela na porta da igreja, linda e forte, para celebrar a vida e o amor.  A cerimônia foi linda!

doença antes do casamento

Para as noivinhas que estão passando por algum problema ou momento difícil, não desistam, deixem tudo nas mãos de Deus pois ele pode tudo, sejam fortes.

* Fotos oficiais: Glamour Foto & Art

arrependimento da festa de casamento noiva descansando
Erros e lições, Ser esposa

10 coisas que recém-casadas fariam diferente na festa

Tem gente que não mudaria nada do que fez. Algumas mexeriam uma coisinha ali e outra acolá na festa. Ainda tem aquelas que tomariam decisões totalmente diferentes. Assim, resolvi reunir aqui algumas coisitas que já ouvi de recém-casadas e que podem ajudar bastante as noivas, cheias de dúvidas. A meta é não ter qualquer arrependimento da festa de casamento. 

arrependimento da festa de casamento

  1. Faça aquilo que você gosta, não o que os outros querem

O casamento é seu. Claro, escute os conselhos de quem te ama verdadeiramente, mas não abra mão do seu estilo, da sua personalidade para agradar os outros.

  1.   Simplifique. Obrigatório mesmo é o amor!

É preciso ter bem-casados? Precisa ter várias crianças como pajem e daminha? Kit disso e daquilo? Forminhas requintadas de docinhos? Carro da noiva? Placa de carro, taças, guardanapos personalizados? Meninas, nenhum detalhe é obrigatório ou “tem que ter”! Se você tem um determinado orçamento, coloque os pés no chão e faça uma festa de acordo com aquilo que você pode arcar. Você irá se arrepender se ficar com dívidas depois de casada.

casamento ao ar livre

  1. Não economize cortando assessoria

É muito difícil você conseguir organizar tudo sozinha. Não digo impossível, mas muito difícil! (Olha essas experiências!)

“Ah, mas a assessoria ou cerimonial só organiza fila”.

Negativo, mil vezes. Ela será seu braço direito durante toda organização do casamento e no dia estará atenta a todos os detalhes, resolvendo todo e qualquer pepino. Se você quer curtir sua festa, não pense em cortar assessoria. Imagine uma situação dessas aqui sem esses anjos da guarda!

  1. Tenha um tempo a sós no dia do casamento

noiva andando sozinha na praia arrependimento da festa de casamento

É muito legal estar com as amigas, a mãe, irmãs, primas, mas você precisa de um momento no dia só seu, sozinha, sem celular, computador, pra descansar a mente e acalmar o coração antes da celebração. Uma dica é ter esse tempo de solitude e colocar no papel os sentimentos daquele instante. É bacana ler o que escreveu depois e recordar toda a expectativa.

  1. Não escolha o vestido de noiva logo que noivar

Muitas noivas disseram que a primeira coisa que fizeram foi escolher o vestido. Provaram alguns poucos e já fecharam. Resultado: puro arrependimento. Durante o processo de organização de casamento, você irá se deparar com dezenas de modelos de vestidos e muitos vão chamar sua atenção. Experimente todos com calma e veja as possibilidades. Às vezes, aquele modelo que você nunca quis pode ficar deslumbrante em você e te surpreender.  

vestido de noiva arrependimento da festa de casamento

  1. Filmagem é realmente necessário?

Quem fez filmagem diz: “nossa, que maravilha! Revivi a emoção do casamento ao ver as cenas”. Quem não contratou uma equipe de filmagem, obviamente, não vai ter essa sensação e nem vai sentir tanta falta, já que ela não provou dessa emoção trazida pelo vídeo do próprio casamento. Ou seja, quem fez faria de novo e quem não fez diz que não se arrepende de ter só foto. Isso vai depender de você e do seu bolso. Eu, pessoalmente, acho algo bem legal para se investir.

  1. Escolha poucos e bons padrinhos e madrinhas

O que mais eu ouço é: “estou tão arrependida de ter convidado fulano para ser madrinha/padrinho. Pode desconvidar?” Desconvidar não, né, gente. Só em casos extremos!

arrependimento da festa de casamento noiva e madrinhas

Padrinhos devem ser aqueles que você conhece messssmo. Aquele com quem você já brigou, sorriu, chorou, viajou…E não queira encher o altar de pessoas. Não banalize o status de padrinho, convidando Deus e o mundo. Está com uma baita dúvida se deveria convidar fulana para ser madrinha? Na dúvida, deixe-a como convidada apenas. Lembre-se que ser convidado a um casamento também é um privilégio.

  1. Não dê seu dinheiro todo de uma vez

Economizou, se planejou direitinho e tem como pagar tudo à vista? Atenção! Já escutei histórias de profissionais que sumiram depois de receber todo o dinheiro dos noivos. Por precaução, barganhe um bom preço com uma entrada à vista e deixe para pagar o restante quando receber o serviço ou produto.

  1. Não deixe o estresse acabar com a paz do relacionamento

participação do noivo com buquê

As brigas vão acontecer durante os preparativos. É normal! Na reta final pode ficar pior, mas tenha em mente, que, geralmente, os noivos não estão na mesma órbita que as noivas. Eles podem ser mais tranquilões, menos atentos, mais preocupados com a lua de mel do que com a festa, etc. Converse, pergunte o que ele gostaria de cuidar pessoalmente e deixe-o responsável, sem cobranças ou intromissões irritantes. Não desconte seu estresse em ninguém, muito menos no seu noivo. Extravase na academia, na pista de corrida, de dança, etc. 

  1. Se algo não der certo no dia, esqueça!

* Docinhos não estão posicionados certos *

* Lacinhos do guardanapo são de outra cor *

* O fulano faltou *

* A sogra surtou *

Esqueça. Não há nada mais que você possa fazer. Aquele é o momento e você precisa vivê-lo intensamente sem se importar com detalhes que muitas vezes ninguém percebe, só você. Coloque na mente o amor que você sente pelo seu noivo e ele por você e siga em frente, celebrando, festejando, comendo e bebendo como se não houvesse amanhã. Afinal, novamente, o casamento é seu!   😉 

arrependimento da festa de casamento plaquinha

O que mais você acrescentaria nessa lista para evitar arrependimento da festa de casamento?

 

casamento à luz de velas
Erros e lições, Originalidade

Um apagão e o casamento à luz de velas

“Um casamento daqueles de revista”

A Caroline Rufini, nossa noiva de hoje, sonhava com isso e ralou muito, durante meses, pra que tudo, simplesmente TU-DO, fosse realizado como ela sempre quis. Era aquele tipo de noiva perfeccionista e detalhista, sabe? 

casamento à luz de velas

Tinha tudo muito bem organizado: várias pastinhas no computador, muitas ideias de blogs e os melhores profissionais que eu podia pagar. Fazia questão de acompanhar cada coisinha de perto. Um ano antes do casamento, eu já estava com todos os fornecedores fechados.

Era só esperar a data marcada e ó, arrasar!

No dia do casamento, lá estava ela, contente da vida, com suas madrinhas em um quarto de hotel em Curitiba, praticamente blindada do mundo exterior. Nem percebeu que uma chuva torrencial estava caindo na cidade naquele momento. E advinha qual foi um dos bairros mais castigados? O bairro do Cabral, endereço da igreja onde a Carol iria se casar naquela noite.

Resultado: Um apagão geral. Zero energia elétrica para mais 40 mil moradores de Curitiba e região. As manchetes dos jornais estavam assim:

manchete jornal tempestade curitiba casamento à luz de velas

Depois, meu então noivo, o João, me contou sobre a apreensão dele naquele momento. Ele disse pra cerimonialista: “Nossa a Carol vai surtar ao perceber que está faltando luz, depois de tanto trabalho e tanta dedicação pra organizar esse casamento!”

O que você, como noiva, faria nesse momento?

Na verdade, no seu grande dia você nem consegue fazer muita coisa além de se preocupar com você mesma, seu vestido, sua maquiagem, seu penteado. Não dá pra sair correndo atrás disso e daquilo. Não dá pra ficar fazendo ligações, resolvendo problemas e acompanhando o andamento dos preparativos. Não dá, gente!

Por isso, enfatizo: pra mim, é importantíssimo ter um cerimonialista ou assessor. Algumas noivas até conseguem tocar o barco sozinhas, claro, mas acho arriscadíssimo e bem complicado. (Olha nosso outro post sobre Ter ou Não ter Cerimonialista).

Com essa minha personalidade alvoroçada e agitada e ansiosa e desnorteada e maluca e que fica pingando suor ao levantar uma colher (Meu casamento real: pingando de suor), jamais optaria por não ter esse serviço. Zulivre! 

Foi a assessora da Carol, Anna Brito (essa merece aplausos!) que contornou o imprevisto e transformou algo que poderia ser um desastre em um momento único e deslumbrante.

Olha só o que a Anna fez: foi ao mercado perto da igreja, comprou velas (ainda teve a delicadeza de escolher estilos diferentes para padrinhos e convidados) e distribuiu a todos os presentes da igreja. Detalhe: tudo do bolso dela. A noiva, até aí, não estava sabendo de nada.

casamento à luz de velas

 Eu estava tão anestesiada, em estado de choque com o casamento em si, que nem entendi de imediato o que estava acontecendo. Eu realmente assimilei a falta de luz quando a cerimonialista da igreja me disse, no instante da entrada, que não poderia colocar as fotos da minha mãe (já falecida) nos telões por conta da falta de energia. Essa era uma homenagem que iria fazer para senti-la mais pertinho de mim naquele momento tão especial. Na hora, falei: “isso é obra da minha mãe. Ela é muito tímida e não gosta de aparecer…”

casamento à luz de velas

A escuridão deu lugar a um cenário mágico. Pontos de luz iluminaram a entrada da noiva e toda a cerimônia. Um clima de puro romantismo em um sonho de casamento à luz de velas.

casamento à luz de velas

casamento à luz de velas

Na saída, os faróis da van, que o sogro da Carol contratou para levar alguns convidados, estava iluminando a entrada da igreja. Já o carro do irmão da noiva iluminou toda a lateral do local. Inclusive, a bateria do veículo arriou e foi preciso chamar o SOS pra que ele conseguisse chegar até o salão da recepção. Os irmãos sempre ali pro que der e vier, né?! 

casamento à luz de velas

Meu casamento foi maravilhoso, encantador, mágico. Depois soube que outras noivas queriam fazer um casamento à luz de velas, mas as igrejas não permitem, né?! Não teve um casamento semelhante ao meu, único e especial. E todos os convidados falam a mesma coisa. Quando lembro daquele dia sinto muita saudade.

casamento à luz de velas

Alguém ainda tem dúvidas de que esse foi um verdadeiro casamento de revista?

A repercussão foi enorme!

A noiva deixa aqui um último e sábio recadinho pra vocês.

Nada nessa vida é perfeito e o que é perfeito pra mim, pode não ser perfeito pro outro. Se houver algumas falhas, não dê bola. Lembre-se que ninguém sabe o que foi escolhido por você. Se a cor da fita foi o vermelho sangue ou vermelho bordô. Isso não faz a menor diferença pra ninguém. Nada acontece por acaso. Deus sabe o que faz. Apenas curta o momento porque ele passa rápido!

casamento à luz de velas

Anotaram?  😉 

*Fotos: Igor Kosiski 
chuva de amor
Erros e lições, Originalidade

Chuva de amor

Eita, chuva de verão! Corre, “minino”, tira a roupa do varal! Esse ano ela veio com tudo. Pelo menos na maioria dos estados brasileiros, é água muita, né?!  Que ela continue caindo nos reservatórios e os encha até a tampa, amém?

Quem provavelmente disse um amém meio “chóxu” foi a galera que vai casar. Isso porque chuva e casamento geralmente não fazem uma combinação muito legal. Se os noivos estão preparando a cerimônia ao livre, então, viiixe! Têm calafrios só de olhar a previsão do tempo e ver aquele 1% (vagabundo) de chuva no grande dia.  😎 

A Renata planejou uma celebração em um domingo de manhã, ao ar livre, em uma pousada, toda no estilo DIY. Várias mãos ajudaram a fazer cada detalhe do casamento. No sábado anterior a festa, os noivos começaram a deixar o local com a carinha deles. 

chuva de amor

Montamos a tenda, as mesas, as cadeiras da cerimônia, o pergolado. Poucos detalhes ficaram para domingo de manhã. Chuviscou na hora do almoço, mas nada que atrapalhasse. Nosso plano B era, caso chovesse, fazer a cerimônia embaixo da tenda onde seria servido o almoço. Às 5 horas da tarde, começou a chover forte e não parou mais. Quando voltamos à pousada à noite, para levar algumas bebidas, percebemos que o jardim estava alagado e a tenda vazava, não segurava a chuva. Fiquei nervosa, mas confiante. Fui dormir pensando que iria acontecer como nessas histórias que lemos em blogs, onde a chuva dá trégua bem na hora da cerimônia.

chuva de amor

Realmente essas histórias aí que parecem mentira existem, viu?! Inclusive, tem uma impressionante aqui do Causos, que me emociona toda vez leio. Olha só ela aqui

Mas existem outras histórias também. Que também são de blog. Que também falam da chuva. Mas da chuva que não deu trégua. Que fez questão de comparecer na festa e deixar tudo diferente. 

Acordei às 4 da manhã do domingo com o barulho da chuva forte. Cheguei à pousada às 6h com tudo alagado. Só conseguia chorar. Tantos meses planejando cada detalhe, o balanço, a mesa do bolo embaixo embaixo da árvore, as mantas e as almofadas pela grama, o pergolado com o mar e os barquinhos de fundo. Desespero maior foi ver que o salão da pousada era pequeno e não caberiam meus convidados.

chuva de amor

O plano A e o plano B já não eram viáveis. O jeito era correr para encontrar um plano C. Os noivos, os padrinhos e depois alguns parentes e amigos que foram chegando ajudaram a transferir tudo para uma parte coberta. A dona da pousada (olha aí o milagre acontecendo de outra maneira) liberou um outro espaço que não estava no pacote e a celebração começou a tomar forma. Só depois disso, a Renata foi se arrumar.

chuva de amor

Atrasamos uma hora e meia. Quando iniciamos, abriram a porta do quarto e eu vi tudo no lugar. Toda decoração que eu tinha planejado sendo usada, todos os convidados acomodados de forma confortável.  Pensei: que chuva linda!!!! Todas aquelas pessoas levantaram cedo, andaram na chuva, se preocuparam em deixar tudo do meu gosto, se preocuparam em fazer eu e meu noivo felizes. Foi incrível ver o amor de cada pessoa presente ali. Todos me olhavam e sorriam. Meu noivo me esperando lá na frente me olhando com tanta ternura. Foi a chuva mais linda que eu já vi porque ela veio cheia de amor.

chuva de amor

Assim, os noivos resolveram receber toda a aquela água que caia do céu como benção. Como diz o ditado: “Viver não é esperar a tempestade passar, é aprender a dançar na chuva.”

chuva de amor

E eles dançaram, curtiram e deixaram o amor transbordar. As fotos ficaram tão espontâneas e contagiantes!

chuva de amor

Essa história mostra, mais uma vez, que há coisas que fogem do nosso controle e, por mais que estejamos com todos os planos muito bem bolados, a vida pode nos surpreender. Isso acontece muito em casamentos, mas em vez de você chorar pelo que deu errado, celebre o que deu certo, como a Renata fez!  😉

chuva de amor

Parabéns, Renata e Douglas!

desabafo carta de uma noiva
DIY, Economia, Erros e lições

Desabafo: Carta de uma noiva ao mundo

Querido mundo, como vai?

Eu sei como as coisas por aqui estão loucas, as pessoas estão se separando na velocidade da luz e muitos casamentos se tornaram espetáculos intergaláticos. Ok. I get it!

Mas eu quero casar. E quero festejar à minha maneira. Por favor, facilite as coisas.

Não diga que vou gastar dinheiro à toa, que daqui a pouco vou estar indo ao cartório assinar o divórcio, que ainda tenho muita vida pela frente. Por acaso vou trocar alianças quando já estiver “sem muita vida”?

Mundo, sei que é difícil entender, principalmente se você já viu muitos casamentos meteóricos, relacionamentos fora do eixo, crateras feitas pela paixão, mas, por gentileza, não jogue esses meteoros no meu sonho.

É o meu sonho, sabia? Se achar que é coisa de lunática se vestir de branco, entrar na igreja, investir em decoração e tudo mais, ignore esse meu momento. Afinal, tem tanta coisa pra você se preocupar por aí. Apenas continue na sua órbita cotidiana. Se essa minha atmosfera te incomoda, já sabe que tem aquele botãozinho lá, né?! Segue girando. Acredite, vou ficar super bem.

Ah, mas você só quer criticar ajudar, não é mesmo?!

Mas ó, esse tipo de help não acontece. Quer me dar uma mãozinha e me fazer a noiva mais feliz do planeta? Vem dar uma voltinha aqui em casa, uma rotação básica, pra pintar caixas, decorar garrafas, escrever nos envelopes, colar lacinhos… Inclusive, a pistola de cola quente está aqui na tomada. Vem mesmo que já tô vendo estrelinhas de tão exausta.

Beijos pré-nupciais,

A noiva.

 

fotógrafo casamento
Erros e lições

O que fazer quando o fotógrafo frustra seu sonho?

De cara, ninguém entendeu bem quando a Gisele Manjurma e o Geison Schmidt entregaram o convite de uma segunda celebração de casamento, apenas 10 meses depois da super festa em comemoração a união do casal.

Tivemos que ouvir coisas como “Ué, vão casar de novo?”, “Tá sobrando dinheiro?”, “Vão dar festa pros outros, é?”, “Vão vestir de noivos todo ano agora, é?”, “Vixi, isso é que é gostar de casar”… e por aí vai. 

Mas, na verdade, a realização de uma segunda festa, depois de tão pouco tempo da primeira, não nasceu lindamente do sonho super romântico de uma noiva. Digamos que a motivação maior envolveu um verdadeiro pesadelo.

Na primeira celebração, em setembro de 2014, a chuva não deu trégua durante a maior parte do dia e a noiva se via afogada em desespero, já que a cerimônia iria ser ao ar livre. Gisele mal aproveitou o dia da noiva, feito juntamente com o noivo. Apenas minutos antes do casamento, o sol deu o ar da graça. (Leia também nosso post emocionante sobre chuva e fé. Aqui!)

Tudo certo, então? Infelizmente a tensão continuou durante a festa. Antes fosse só em relação à chuva. O pânico agora veio por conta da equipe de fotografia e filmagem.

fotografo casamento

Notamos que havia menos fotógrafos do que ficou acertado com a empresa de imagens e que os cinegrafistas pareciam desaparecer em vários momentos da festa. Meu marido e eu ficávamos desesperados atrás da fotógrafa e dos cinegrafistas para conseguirmos registros dos nossos convidados que já estavam indo embora. Mas enquanto a sua festa de casamento está acontecendo, você acredita que no final da noite vai dar tudo certo e que nada será perdido.

Para tristeza da Gisele e do Geison, as coisas não terminaram bem. Depois do casamento, os prazos para a entrega das fotos foram se esgotando e o casal foi informado (nunca oficialmente) que a empresa de fotografia tinha PERDIDO o material da celebração.  😯 

Você leu direito. É “perdido” mesmo! Pouquíssimas fotos foram salvas. Agora me expliquem como uma equipe de profissionais faz isso com o momento mais mágico de um casal? Fiquei indignada ó.  😡 

Além disso, a filmagem também deixou a desejar. Ou seja, os registros do casamento praticamente não existiram. Eu tenho vontade de chorar só ao escrever isso. Nem sei bem o que faria.

A Gisele, por sua vez, não se rendeu à frustração eterna.

fotografo casamento

Em junho de 2015, resolvemos que era hora de parar de chorar pelo que havia sido perdido, afinal, estávamos vivos, juntos e batalhando. E resolvemos renovar os nossos votos em uma cerimônia de Bodas de Papel para tentarmos produzir novas lembranças. Contratamos fotografia, filmagem, decoração, bufffet, mesa de doces, bolo, alugamos um espaço legal com piscina, minha prima fez o vestido, meu primo tocou, minha sobrinha cantou…enfim: fizemos uma nova festa, com uma nova proposta e com bem menos convidados. Digamos que a festa foi para um quarto dos convidados que estiveram presente no casamento. O orçamento estava mais curto e queríamos algo mais simples e íntimo.

fotografo casamento

Acredita que a danada da chuva apareceu de novo?! Mas a cerimônia foi transferida pra dentro da igreja e não faltaram registros desse dia especial.

Muita gente se emocionou e não economizou os clicks com os celulares e câmeras de bolso. Minutos depois já estavam nos enviando… Ninguém quis correr o risco de nos deixar sem registros de novo. E apesar do mau tempo, foi um dia incrível. Minhas três melhores amigas foram minhas damas de honra, uma delas estava em Paris na época do casamento e pode estar presente nas Bodas de Papel.

fotofrafo casamento

Não é preciso dizer a quem vai casar que o fotógrafo é um dos fornecedores principais e deve-se contratá-lo depois de pesquisar MUITO. Se com todo cuidado do mundo, você ainda pode se frustrar –  como aconteceu com a Gisele – imagine se fechar com o primeiro fotógrafo de casamento legalzinho que aparecer. Não queira o baratinho, o amiguinho, o priminho…É a eternização do seu dia que está em jogo! Leia todo o contrato e modifique-o se necessário.

Update 26/12:  O vídeo do casal, das Bodas de Papel, ficou pronto e uma delícia de se ver.

*Fotos do segundo casamento: Encantare PhotoWedding
*Gisele está processando a primeira empresa de fotografia e por isso preferimos não citá-la aqui.

Tem histórias de casamento interessantes, erros e lições em relação à festa, situações emocionantes, hilárias? Escreve pra mim!  😉

noiva de estômago vazio
Buffet, Erros e lições

Se a noiva ficar de estômago vazio…

Você pisca e ó: “cabou-se” o que era doce. A gente quer se virar em 10 pra aproveitar tudo da festa, abraçar todos os amigos e parentes, mas o tempo…puf! Bate as asinhas e voa. ✈

Diante dessa euforia, dos flashes e do vai-pra-lá-vem-pra-cá do cerimonial, é muito fácil deixar o estômago no limbo, mesmo que os roncos implorem por um aperitivo de encher os olhos (e esvaziar os bolsos! 💰💰).

noiva de estômago vazio

A Luciane Correa sabe bem como é essa situação de noiva. Quando ela percebeu que estava perdendo a animação da pista de dança, nem pensou duas vezes. Largou o prato quase intacto na mesa durante o jantar e foi se esbaldar com os convidados.

noiva de estômago vazio

A cerimonialista nos chamou pra comer e até sentamos, mas confesso que nem comemos. Beliscamos algo e eu falei pro Dalton: “Vamos dancar? Quero curtir a festa!”  E lá fomos nós. Conclusão: praticamente não comemos nada durante a festa. Lembro de beber Champagne e comer algum salgado, mas nada que me alimentasse de verdade.

A Luciane já estava bem pilhada desde o começo do dia. Além do casamento ter sido de manhã, bem cedinho, a arrumação da noiva foi em casa e com a família: mãe, pai, irmã e avó. O problema é que todo mundo foi ficando pronto e impaciente. Acreditam que os parentes partiram para o buffet e deixaram a Luciane desamparada?!

rodízio depois do casamento

Como colocar um vestido de noiva, prender a cachorrinha, trancar a casa e tudo mais sozinha??? Impossível! Precisei pedir ajuda ao cabeleireiro, que é gay.  Mesmo assim, confesso que morri de vergonha.

Ah, ainda teve mais um “pequeno” contratempo!

Enquanto se arrumava, a própria noiva tentava achar o padre que ia celebrar a união. Oi?!  (Já leram o causo em que o padre sumiu? Vê aqui.) É que o celebrante perdeu a mãe dias antes do casamento e entrou em depressão. Não atendia mais o telefone, não estava na igreja e ninguém sabia dele. Substituí-lo não era uma opção viável. Desespero? Não, “magina”, né?!

Só alguns minutos antes do casamento, ele apareceu! Ufa!

noiva de estômago vazio padre casal

Adrenalina demais para uma noiva só e comida de menos para o pobre estômago, que ainda precisou encarar um voo radical de helicóptero.  😯 

noiva de estômago vazio

No salão que casamos, eles oferecem o helicóptero e optamos por usá-lo na nossa saída da festa. Foi lindo!!!

noiva de estômago vazio

Como sou super medrosa, pedi sem emoção. Meu marido, mega radical, pediu “em off” para ser com emoção. Ou seja: o piloto levou o helicóptero bem pro alto (alto mesmo!), virou a aeronave de lado e  meio que “desligou o motor”. Começamos a cair e eu a gritar. Só pertinho do solo ele “religou” tudo e retomamos o voo. Quase morri do coração.

Ah, eu só não tinha matado meu marido ali mesmo porque eu amo esses negócios meio sem futuro! 😜 

No caso da Luciane, não deu outra! O enjoo bateu (lembram do Champagne, né?!) e na entrada do hotel…

Vomitei em toda lateral do carro. Na recepção, já me ajudaram com água e com um remedinho pra enjoo. No quarto, eu só pensava naquele filme onde tudo dá errado: o carro cai no barranco, o nariz sangra, o hotel tem a parte elétrica queimada. Começava a achar que seria assim também comigo (rs). Tomei um banho, desmanchei o cabelo, relaxei um pouco e melhorei. Foi o tempo perfeito pra melhorar e bater aquela fome e não tínhamos o que comer!

Opa, noite de núpcias com fome não rola, né?!  🙄

O buffet colocou um kit de comida e bebida no carro que me transportou para a celebração, mas fomos embora de helicóptero e tudo ficou lá mesmo. Conclusão: Fomos jantar em um restaurante de carne perto do hotel. Sim, fomos num rodízio depois do casamento!

Sério mesmo? Que coisa! 😂😂😂

Noiva de estômago vazio? Não caia nessa!

Meninas que vão casar, fica o conselheiro: COMAM! COMAM! Não só para não passarem mal, mas para terem o prazer de saborear todo o cardápio maravilhoso que degustaram, os bem-casados caríssimos e os docinhos finérrimos que escolheram a dedo.  Afinal, a festa é de vocês, né?!

Causos_Luciane_7

*Fotos: Marcos Pecorari
beijo dos noivos
Erros e lições

“Com três meses de namoro, decidimos casar”

Se você é daquelas pessoas que nunca acreditaram em amor à primeira vista, provavelmente, vai pensar melhor sobre o assunto, depois de ler esse causo. Se não mudar de opinião. É a história de um casal que nasceu pra ficar junto. E olhem que, por pouco, eles teriam seguido em direções opostas.

sapato da noiva

A Aline e o Daniel tiveram longos relacionamentos que não deram certo. Pouco depois, os dois se conheceram e logo começaram a namorar. :mrgreen:  Foi assim, sem “enrolation”.  E, seguindo o ritmo das coisas, ao completarem três meses, tomaram a decisão que ia mudar a vida deles pra sempre:

Com três meses de namoro, ninguém conhece ninguém ainda, né? Mas Deus sempre esteve à frente de tudo… Nossos sonhos, nossos planos, nossos objetivos, era tudo parecido. Queríamos encontrar alguém que fosse nosso porto seguro e a gente se encontrou. Então… Decidimos casar!

Alguém aí se perguntando: Como pode? É muito cedo! 😯  É… Pra eles também não foi tão fácil de explicar. Como duas pessoas que tinham tão pouco tempo de convivência, poderiam estar dispostas a firmar um compromisso tão sério? Essa é uma das decisões mais difíceis de tomar, verdade. E, como muitos casais, esses pombinhos já tinham vivido relações de looooongas datas, em que o sonho do casamento não se concretizou.

buffet de casamento

No início, passamos por muitas críticas! Tem sempre aquelas pessoas que se revoltam um pouco, porque nós tivemos relacionamentos de muito tempo que não deram certo. Pessoas diziam pra ele: Nossa, depois de tantos anos e, agora, vai casar com outra moça…

Até pra fechar contrato com os fornecedores, os dois passavam por uma certa saia justa…

A gente foi fechar com o buffet e a moça perguntou: Há quanto tempo vocês estão juntos? A gente olhou um pro outro… E agora, o que falar? Se a gente dissesse que estava junto há quatro meses, eles não iam levar muito a sério. Mas falamos e ela ficou na expectativa pra ver no que ia dar. As pessoas sempre perguntavam e ficavam surpresas.

Nada simples! 🙄 Mas, vocês sabem… Quando aquela pessoa especial aparece, a gente sente instintivamente que é pra ser. A Aline e o Daniel tinham certeza disso. Muito amor! <3

Essas pessoas só serviram, na verdade, pra ajudar a gente. A gente só precisava da bênção de Deus e dos nossos pais. Então, fomos em frente!

pais da noiva

E continuaram na velocidade da luz! Com sete meses de namoro, já estava tudo contratado: buffet, decoração, músicos, dj, fotógrafo e por aí vai! Em janeiro do ano passado, eles completaram 10 meses juntos e oficializaram o noivado. Daí em diante, os dois ralaram e muito! Com a data do casório marcada pra janeiro deste ano, não dava pra descansar!

A gente deu duro mesmo! O Daniel me ajudou em tudo, nos mínimos detalhes. Fazia questão de participar. Ele trabalhava de segunda a sexta e eu, de domingo a domingo, em dois empregos. Era construção de casa, casamento, lua de mel. Só com as coisas do casamento, a gente pagava por mês R$ 3,5 mil. A gente não comprava nada que não tivesse a ver com o casamento, mas pra gente ter alguma coisa na vida, tem que abrir mão de outras.

U-HU!!! É assim que se fala! Não há espaço pro desânimo! E o grande dia? Foi IN-CRÍ-VEL! Um sonho! Começando pelo buquê surpresa, presente do noivo, antes da festa.

surpresa do noivo

Na hora da cerimônia, o lugar era romântico, a noiva estava linda e não faltaram lágrimas de alegria.

noivos no altar

Todo o sacrifício e os meses de trabalho foram compensados!  😀

Pra completar, os fofos ainda passaram 8 dias pegando um bronze em Salinas de Maragogi (Alagoas). A lua de mel que qualquer um pediria a Deus!  😎

salinas de maragogi

Melhor que isso, só completar seis meses de um casamento feliz e saber que você seguiu o caminho certo.  😉

Todo mundo diz que nossa história foi preparada por Deus. Foi uma decisão única, que tomamos juntos e foi a melhor decisão que tomei na minha vida. Pra gente, o casamento é um só. Hoje, vivemos muito bem, temos nossa casa, nossos sonhos, nossos planos e ainda vem muita coisa pela frente.

 

vestido de noiva da China
Economia, Erros e lições

Vestido de noiva da China? Calma!

‘Sério mesmo que você comprou seu vestido de noiva da China?’

Essa é uma das perguntas que mais ouço quando estou em um roda que esbanja estrogênio. Os homens, principalmente os que estão se preparando pra casar, também espicham as orelhas pra escutar a conversa do vestido chinês. Afinal, eles gostam de economizar na festa, né?!  O Meu casamento da China é um dos posts mais comentados e acessados do blog. Quem não leu, dá uma conferida aqui.

Muitas noivas quando descobrem os sites chineses (e as pechinchas) ficam deslumbradas: “Me segura que vou comprar tudo! Um vestido pro civil, outro pro pré-wedding, mais um pra cerimônia, outro pra recepção e um curtinho pra me acabar na pista de dança.”  Calma, muita calma nessa hora, meninas!

recep (180)_tratada

No meu caso deu tudo super certo, mas vamos ver um outro lado da história.

Assim que contei minha experiência aos quatro cantos do mundo, uma colega, que já casou, revelou:

Nossa, eu também comprei um vestido de noiva na China, mas não tive tanta sorte. O vestido era tão feio que não dava pra fazer pano de chão. Nem tirei fotos dele antes de jogar fora.

Fiquei passada  😯

A Débora Pacheco, que vai casar esse ano, também decidiu investir em peça comprada pela internet. Como todas nós, pobres mortais, ela acha um absurdo o aluguel dos vestidos de noiva aqui no Brasil. Mas depois de dois meses de pesquisa e da compra realizada no AliExpress, a decepção:

Assim que a encomenda chegou fui correndo pra casa pra provar. Provei e no corpo ficou bom, porém não gostei da qualidade. A partir daí fiquei em dúvida se pagava para arrumar ou se alugava outro. No dia seguinte vesti o manequim da minha loja com ele e foi aí que percebi vários defeitos: renda toda com furos, tule duplo mal costurado, uma manga maior que outra. Pensei: vou ter que desembolsar de qualquer jeito os 5 mil reais de um aluguel.

11351360_1638345303051336_8968236913278667075_n vestido de noiva da china

A qualidade das roupas da China, obviamente, não é aquela das passarelas francesas. Mas espera-se algo, no mínimo, razoável e sem defeitos, certo? Já vi uma noiva dizendo que o vestido ficou horrível depois que foi lavado pela primeira vez para ser usado no grande dia. Aí não dá, né?!

A Débora entrou em contato com vendedor, reclamou, reclamou, abriu disputa e depois de uma baita dor de cabeça, conseguiu um reembolso de parte do dinheiro. Apenas parte.

11295813_1638345233051343_7107674127920439893_n

Reclamação da Débora ao vendedor do AliExpress.

Com a Manu Porto, o problema aconteceu com os envelopes dos convites de casamento dela, que irá acontecer em setembro. Ela convenceu o próprio noivo a encabeçar toda a transação online no Ali:

Verificamos as qualificações do vendedor e estava tudo ok! Realizamos a compra e, já com o código de rastreio na mão, adicionei em um aplicativo ‘para acompanhar a minha encomenda. Passados uns 60 dias, estou tranquila em casa, quando “pula” uma notificação na tela do celular me avisando para entrar em contato com os Correios. Como já estava acostumada com as compras, pensei: ui, fui taxada de novo! Ligo nos Correios, ninguém sabia me informar de nada…Aguardo mais uns dias e outra notificação avisando que o carro havia tombado e nesse acidente meus convites teriam sido roubados! Angústia total! Ligo pra eles de novo, aí o atendente tenta me acalmar dizendo que as vezes nem todos os pacotes são roubados e me pede pra aguardar mais uns dias…Aguardei e enfim chegou uma carta impressa dos correios na casa do meu noivo informando que realmente tinham sido roubados! Fiquei arrasada! Triste! Estou desde março tentado receber meu $$ de volta e nada! O vendedor sumiu! Não responde mais a nenhuma mensagem nossa.

convite de casamento da China

convite de casamento da China

No topo, avaliação que o noivo da Manu fez ao vendedor do AliExpress.

😥 😥 😥

Certeza que histórias ruins não faltam, mas, na minha humilde percepção, as histórias boas são maioria. Inclusive, a Débora e a Manu foram categóricas em dizer que recomendam as compras na China. Já compraram e receberam várias outras coisas. É preciso, apenas, cuidado.

E mais uma vez repito: se o vestido é sua prioridade, esqueça a China!

Pra quem continua a fim de entrar nessa jornada maluca, deixo algumas dicas. Beijos e força na peruca! :*

Infografico_causos_1

Obs: Links dos vendedores que deram dor de cabeça às noivas. Passem longe deles, ok?

Vestido da Débora

Envelopes rendados da Manu 

 

entrada da noiva
Economia, Erros e lições, Família no Casamento

Pegou fogo no vestido de noiva!

Quantas vezes, na organização do casamento, você ouviu a frase: “a festa não é pros noivos, mas pros convidados”? Me dava nos nervos, mas tem sua verdade, gente. Desde a igreja até o buffet, incluindo o cardápio a ser servido e a música, decidimos, praticamente, TUDO pensando nos nossos amigos e familiares. Mas tem uma coisa que é escolha SOMENTE nossa: o vestido de noiva!

É nessa hora que a gente para e pensa: agora é a minha vez de fazer o que eu quero e do meu jeito! Beijo pras inimigas! 😎 Hahaha… Acontece que, às vezes, o impossível acontece… Tenso? Então, olha a história da Ariana Farias. O amor à primeira vista com o vestido dos sonhos rolou numa feira de noivas, num domingo lindo, em São Paulo.

Na hora que eu olhei no palco, a menina estava com “O” vestido! E eu falei: eu quero aquele vestido! Aquele vestido é lindo! E a mulher falou: poxa, Ariana. É uma pena, porque aquele vestido já vai ser alugado.

A vendedora até mostrou outro modelo, mas quando a gente se apaixona, não tem jeito. Nada se comparava ao escolhido. Sorte ou a mão de Deus, bem na hora, a outra noiva desistiu do vestido e a Ariana só precisou choramingar um pouquinho pra fechar negócio com um preço camarada.

Na época, o primeiro aluguel era R$ 5 mil. A gente começou a negociar e ela falou: ah, vou deixar, pra você, por R$ 2,5 mil. Eu tava quase chorando por causa do vestido, mas a gerente baixou pra R$ 2 mil. Aí eu fechei, só que na hora de fazer a conta, acho que algo deu errado e o vestido saiu por R$ 1,2 mil. Ficou muuuuuito barato!

Vestido dos sonhos escolhido e sorriso de orelha à orelha.

vestido de noiva

Pra completar a alegria, a cunhada, que acompanhou tudo, ainda assumiu a conta, como presente de casamento antecipado. Alguém quer essa cunhada de presente também?! Hehe.  :mrgreen:

Depois da parte boa e feliz, começaram os imprevistos. Valendo, igual ventilador no 3.

Uns oito meses antes do casamento, eu tava trabalhando, quando uma das minhas madrinhas me ligou e ela falou pra mim: Ari, você viu o noticiário? E eu falei: Não, por que? E ela disse: Menina, o dono do teu buffet morreu! Aí eu falei: Não, brincadeira!

Verdade! O dono do buffet  (que Deus o tenha) tinha sofrido um acidente fatal e a notícia estava em todos os noticiários. 😥  Os noivos, que já tinham virado amigos do moço, ficaram em choque e, no fim das contas, não tinham mais certeza do que seria do casamento deles. Meses depois, o casal até cogitava mudar a data e procurar outro lugar, quando a viúva e então dona do buffet ligou tranquilizando os dois de que a festa seria realizada como o contratado. 😀  Mas ainda tinha mais surpresa pela frente…

Faltando quatro dias pro meu casamento, era um sábado e eu estava na casa do meu noivo, quando eu vi uma reportagem no SPTV dizendo: …O incêndio está sendo controlado. Mas eu não dei muita atenção. Quando eu cheguei na minha casa, passou de novo a matéria, falando que o incêndio na Rua das Noivas estava controlado. Aí eu disse: não, na Rua das Noivas, não. Não é possível! Eu NÃO acredito. Eram oito lojas que tinham pegado fogo. Quando meu noivo olhou na internet, tava o número bem grande da minha loja!

Sério??? Para tudo e chama a Nasa! Como assim, gente? Eu não ia querer ver TV por um bom tempo! 😯

A noiva desabou no choro. Ela, o noivo e a sogra correram o mais rápido possível pra Rua São Caetano, no Centro de São Paulo e, apesar da chuva, uma imensa cortina de fumaça já confirmava que boas notícias não vinham por aí.

incêndio na rua das noivas

Meu noivo atravessou correndo a fita de isolamento e o bombeiro gritando atrás dele. Aí ele passou na frente da loja e viu que era a loja onde eu fiz a prova do meu vestido. Voltei pra casa e, no outro dia, acordei cedo e fui pra lá. Falei pra Deus: vou casar de branco, nem que seja enrolada num papel higiênico!

Hahaha. Gostei da determinação!  😆

Pois bem, o ponto comercial que pegou fogo era onde ficava a oficina da empresa. O vestido da Ariana estava de fato lá e virou pó. O que fazer? A loja, que tinha outras duas unidades,  tratou de providenciar alternativas às pressas. Vale lembrar que a situação era caótica, até porque a Ari não foi a única noiva que perdeu seu vestido no incêndio. Olha as manchetes da época!

incêndio na rua das noivas

Era domingo, três dias pro casamento. Depois de muito experimentar, finalmente, a noiva encontrou um outro modelo. Na terça-feira, ela foi buscar o vestido, mas a peça ainda estava molhada e com a barra mais curta. Novos ajustes e outra surpresa. A loja só queria liberar a saída, se fosse pago um valor a mais pelo aluguel.  😯

Aí, a Ari que é uma pessoa tranquila e de paz, disse logo que ia chamar a polícia, hahaha. Ninguém tem sangue de barata a uma altura dessas do campeonato, vamos combinar, né?! Num instante, deixaram ela sair de lá com seu vestido na mão.

Graças a Deus, deu tudo certo. Tudo valeu à pena. Quando eu coloquei o vestido, depois que o meu tinha pegado fogo, foi uma sensação de alívio. Pra ser sincera, depois de tudo o que aconteceu, acho até que eu gostei mais do segundo vestido!

Noivos na mesa do bolo

Depois de toda a confusão e pra ajudar as meninas que ainda estão a caminho do altar, a Ari deixou algumas recomendações:

  1. Sempre peça um plano B ao contratar um serviço.
  2. Quanto mais cedo você fechar com um fornecedor, maior a chance de imprevistos acontecerem. Fique atenta.
  3. Pesquise bem e cheque as referências de tudo, antes de fechar um contrato.

E, sobre o grande dia, um recadinho:

É um momento único, um momento especial. Com tudo o que aconteceu, eu curti muito o meu casamento. Às vezes, as pessoas falam: Ah, a festa é pros outros. Pode ser pros outros, mas é uma realização minha, de quem tá casando. É uma felicidade única!

saída dos noivos