Browsing Category

Economia

juntar dinheiro para casar casal vendendo trufas
Criatividade, Economia

Casamento dos sonhos: como eles conseguiram

A foto com a plaquinha “nos ajude a casar” não tinha como passar despercebida na minha timeline. Que expressão linda de coragem, amor, companheirismo, vontade de fazer acontecer de verdade! Postei no Facebook e Instagram do Causos de Noiva e fiquei acompanhando a página do casal Carou & Gus (Carolina e Gustavo). Alguns meses depois, vejo a foto da realização do sonho. Quanta felicidade! A montagem do antes e depois fez o maior sucesso e, com certeza, inspirou muitos outros casais.

Agora, você sabe a trajetória completa por trás das fotos? Fui saber a história todinha e como eles conseguiram juntar dinheiro pra casar.

Os dois se conheceram na igreja em abril de 2014. Logo no início do namoro, bateu aquela certeza: é ele! É ela! Planejaram o casamento para 2016, não por acaso.

Nós decidimos que queríamos casar em 2016 de qualquer jeito. Primeiro, porque não queríamos prolongar demais a espera por algo que queríamos tanto. Segundo, que foi o ano que meus pais fizeram 20 anos de casados e meus avós 40, então é um ano especial pra família.

casal vendeu trufas para juntar dinheiro pra casar

Faltava somente o que? A grana, claro! Sempre ela (ou a falta dela) bem no meio dos planos das noivas. Pra piorar, o Gus perdeu o emprego em dezembro de 2015.

E aí? Senta e chora? Negativo!

Minha avó (linda, maravilhosa ) deu a ideia de vendermos trufa na rua. Trabalho com minha avó em encomendas de bolos, doces, salgados, chocolates… Aí já tínhamos os materiais necessários. Imaginei que precisaríamos de algo pra chamar atenção e veio a ideia das plaquinhas. No começo a timidez tava vencendo, mas teve uma hora que decidimos encarar. Fomos pra rua com 25 trufas achando que não daria em nada e saiu em menos de 40 minutos.

vendendo trufas para juntar dinheiro pra casar

Os dois faziam as trufas de madrugada durante a semana e vendiam nos finais de semana na rua, em shows e eventos abertos. Foram várias noites em claro!

Quando postei a montagem da Carou e do Gus, uma outra noiva comentou que tentou fazer doces pra vender, mas foi tão ridicularizada pelas pessoas, que não conseguiu seguir em frente no projeto. Pode um negócios desses?! É muita maldade desanimar alguém em uma ação tão linda como essa. Com o nosso casal, os ataques também aconteceram.

vendendo trufas para juntar dinheiro para casar

Quando a primeira foto da plaquinha viralizou, foi postada e compartilhada em diversas páginas. Líamos coisas absurdas e sem sentido algum. Apenas gente amarga e sem noção. No começo eu até tava me importando e me chateando, mas desencanei. A gente focou apenas no nosso amor e na vontade de casar, o resto sempre foi resto.

Os dois começaram a vender as trufas em fevereiro e casaram em novembro de 2016. Arrecadaram 6 mil reais, din-din líquido. Lembrando que eles só vendiam em finais de semana. A noiva disse que o dinheiro ajudou muito, mas o casal ganhou diversas coisas dos amigos e principalmente da família.

Quando a foto das trufas bombou veio todo tipo de gente nos oferecer as coisas, mas nenhum desses realmente ajudou. Sem a nossa família e as pessoas incríveis que Deus colocou no nosso caminho para nos abençoar, não teria sido do jeito que foi. Somos muito gratos a todos eles e a Deus, pois sabemos que era promessa dEle e se cumpriu.

carou e gus venderam trufas para juntar dinheiro pra casar

No dia do casamento, a Carou ainda precisou lidar com um acontecimento bem desagradável. Uma pessoa, que nem ela nem o noivo conheciam e não sabiam como ela tinha ido parar ali na cerimônia, simplesmente passou mal e desmaiou. Isso segundos antes da noiva entrar. Aí, quebra o clima do momento, corre um de lá, outro de cá. Imagine como a Carou ficou…bem brava e até chorou durante a festa, mas passou.

noiva prestes a entrar

Para as noivas do Causos, que estão lutando pra juntar dinheiro para casar, ela deixa o recado.

Ignorem todas as pessoas negativas que cruzarem seus caminhos e foquem apenas no amor e na vontade de realizar esse sonho. E, principalmente, confiem e entreguem nas mãos de Deus. Trabalhem duro, mas onde não puderem mais fazer nada, deixem Deus entrar em cena e operar milagres, Ele gosta de surpreender e sempre faz o que é melhor pra nós.

casal vendeu trufas para juntar dinheiro pra casar

 

*Fotos oficiais do casamento: Rafael Mederi

*Fotos do pré-wedding: John Edgard

Economia

10 tendências de casamento para 2017

Quem aí tá ansioso por 2017? Eu!!! E no universo de casamentos, sempre aparecem umas coisinhas novas e bacanas pra ficar de olho. Essas são as apostas das grindas para esse ano que tá chegando, que acabam influenciando os casamentos aqui no Brasil e devem servir de inspiração, nunca como um “deve ser assim ou assado”.

Tendências de Casamento 2017

  1. Vintage glamour : Imagine um armazém industrial decorado com grandes centros de mesas elegantes, luzes cintilantes e velas. Exatamente isso: uma mistura do velho e do novo, com um toque de glamour.
  1. Tons metalizados: as noivas continuam a abraçar o cobre, o ouro rosa, o prateado, chumbo, porque eles são muito versáteis. Eles não só combinam com outras cores, dando à decoração um quê de despojado e divertido, como são ideais para um casamento mais formal, de passeio completo.  
tendências de casamento 2017

Foto: Evin Photography

  1. Território neutro: de acordo com os especialistas em planejamento de casamento, uma paleta neutra ou com tons de “nude” é perfeita para noiva que quer ter uma sensação clássica e sofisticada, além de não correr o risco de se arrepender das tendências mais ousadas da época, ao olhar o álbum de casamento daqui a alguns anos.
tendência de casamento 2017 tons nudes

Foto: Katie Mcgihon

  1. Recepção surpreendente: Casais de hoje querem também surpreender os convidados. Ações criativas e diferenciadas ao jogar o buquê, na primeira dança, no brinde ou nos discursos adicionam emoção e personalidade ao seu momento único e continuam forte em 2017.
  1. Flores com criatividade:  O uso de flores de formas diferenciadas está em alta. Guirlandas (em formatos diversos, como coração), arcos, flores penduradas de forma menos certinha, rosas soltas fazendo um “caminho de mesa” ou espalhadas entre velas flutuantes são algumas das fortes tendências.  
flores tendencia de casamento 2017

Foto: Megan Robinson

  1. Convites com misturas: De acordo com os designers internacionais, os estilos de convite de casamento tendem a seguir o que está acontecendo na moda e na decoração da casa. Para 2017, isso significa misturar dois padrões, como listras e florais, no lado de fora dos cartões ou em revestimentos do envelope, assim como papel texturizado.
Via Shindig Bespoke

Via Shindig Bespoke

  1. Feito à mão: Os detalhes feitos pelos próprios noivos dão um toque todo especial ao casamento. A tendência do feito à mão ou do DIY não é apenas uma questão de economia e sim uma questão de imprimir personalidade ao casamento e transmitir sentimentos. Uma lembrancinha confeccionada com todo carinho pela própria noiva, por exemplo, tem muito mais significado do que um item industrializado de loja, não acha?   
  1. Especialidades locais: Seguindo a tendência de personalização, os sabores locais estão se tornando o centro das atenções. Se você é do Nordeste, por exemplo, pode explorar os mais diversos aperitivos com carne de sol, sobremesas com frutas tropicais da estação ou algum prato típico que é a cara dos pombinhos. 
  1. Bolos imponentes:  Bolos altos, que parecem ter saltado das páginas do álbum de casamento de sua mãe, de repente estão em voga novamente. Depois dos últimos anos de tortas, bolos mais simples, donuts e cupcakes, houve uma forte mudança de volta para os bolos de casamento em camadas e altos, segundo os especialistas no assunto.
tendências de casamento 2017 bolo alto

Foto: Dona Fernandez Photography

  1. Drones: as fotos e filmagens com drones não são mais novidades, mas ganham cada vez mais espaço nos casamentos. Os profissionais da área estão adquirindo os equipamentos e oferecendo pacotes com fotos e filmagens do alto. As tomadas aéreas de profissionais especializados custam mais caro, claro, mas são, sem dúvida nenhuma, de impressionar!

Esse texto foi traduzido e adaptado do Huffington Post.

casamento por adesão
DIY, Economia, Originalidade

Casamento por Adesão: fica chato?

Não sei se foi minha irmã ou uma das minhas amigas malucas que falou pra mim uma vez, quando estávamos prestes a sair de mãos abanando rumo ao aniversário de uma amiga: “aniversário hoje em dia, meu bem, é moderno. Cada um paga o seu no restaurante e não tem essa de presente, não.”

Eu acho “ótema” essa ideia e muita justa. Todo mundo se encontra no restaurante, pede o que quer comer do cardápio, diverte-se e, no final, cada um paga o seu. Levo presente quando o cartão de crédito ainda tá de buenas (ou seja, no começo do mês 😁), mas quando o negócio tá apertado, vou sem presente mesmo, na vibe da “moderneza da vida”.

Agora vem a parte interessante. Esse estilo moderno de festa não está restrito aos aniversários, não.  Existe o chamado “casamento por adesão”, que vai nessa mesma pegada de convidado paga o seu.

casamento por adesão

Mas e aí, será que fica meio chato pro convidado, esse tipo de casamento? Afinal, não é um aniversário, que você comemora todo ano. É um CASAMENTO, né?!

Então, permitam-me contar um pouco da história da Aline Santos e do Diego para vocês tirarem suas próprias conclusões.

casamento por adesão

Os dois se conheceram em um grupo do Facebook em 2013. Alguns encontros e despedidas depois, vieram o namoro à distância (ele em Brasília e ela em São Paulo) e o noivado, com festa e tudo, em abril de 2014. Contando assim, parece que as coisas sempre foram fáceis e simples. Ledo engano, né, Aline?

Nesse período fiquei desempregada, então os planos de casamento ficaram pra depois, mas a saudade por conta da distância só aumentava mais. Foi então que decidimos casar somente no civil em outubro de 2015.

Eles estavam firmes nessa linha de casar apenas no civil e juntar dinheiro para mobiliar a casa. O problema é que as coisas foram fugindo do controle (conheço bem isso!). Pitacos dali, pitacos dacolá e o casal começou a cogitar a ideia de fazer mais do que um casamento civil.

Meu então noivo sempre quis casar na igreja. Eu preferia usar o dinheiro na recepção e, pra conseguir fazer as duas coisas, optamos pela recepção por adesão, já que não teríamos tempo hábil pra juntar dinheiro pra fazer uma festa e nem disposição emocional pra aguentar mais de mil quilômetros de distância por mais um ou dois anos.

casamento por adesão

E assim eles fizeram uma cerimônia simples e intimista na igreja e o casamento por adesão, no qual o convidado paga um valor X pelo seu consumo na festa, feita geralmente em um restaurante, reservado para aquela ocasião.  

casamento por adesão

Quando chegamos na pizzaria, pra minha surpresa, só tinha mais duas vagas de garagem disponíveis. A pizzaria lotou: 180 pessoas pagantes!!! Foi muito lindo ver todo mundo lá. Como fizemos o casamento por adesão, não coloquei lista de presentes no convite e, mesmo assim, ganhamos muitos presentes. Também não passei sapato da noiva e nem cortamos a gravata do noivo e, ainda assim, ganhamos bastante dinheiro no dia.

A Aline sabe que algumas pessoas não foram justamente por ser uma recepção por adesão. Mas isso não mudou em nada o brilho do momento.

casamento por adesão

Honestamente, não me arrependo nem um pouco do casamento por adesão. Casei sem dívidas, todo mundo amou a pizzaria e a pizza principalmente, saíram todos satisfeitos e felizes, como eu. Deixo aqui minha única dica: convide pessoas importantes pra vocês, porque a única coisa que é feia é usar de etiqueta pra fazer a lista de convidados, já que no fim das contas, você pode servir sanduíche ou lagosta e sempre vai ter gente falando mal. No nosso caso, se teve, eu não fiquei sabendo.

casamento por adesão

Então, e agora, o que você acha do casamento por adesão? Comenta aí pra eu saber sua opinião. 😉

*Fotos: Samuel Campos Fotografia

casamento diy karla e cristian
DIY, Economia

Casamento DIY: ter amigos é (mais que) fundamental

Já ouviu falar naquele ditado: “é melhor ter amigos do que dinheiro no bolso?” Meu marido ama dizer isso! Especificamente no casamento, a gente pode ver como essa frase é pura realidade! Mas tô falando de amigo, amigo! Aquele que é pau pra toda obra e que não fica com frescurites na hora do “pega-pra-capar”.

A Karla, de Fortaleza, pode falar desse ditado com muita propriedade. Faltando 3 meses pro casamento, ela ainda não tinha resolvido nadinha da festa, cerimônia… NA-DA!

Nessas horas, quem salva? Claro, o grupo de amigas no WhatsApp!

Amigas, help! 🙏

No grupo, disse que o casamento seria no estilo “DIY” (faça você mesmo, em inglês) e comecei a trabalhar na ideia. Optei pelo casamento religioso com efeito de civil. Procurei algumas alternativas de lugares, igrejinhas, restaurantes e acabou que uma amiga do trabalho, a Marta Câmara, me fez uma grande surpresa quando ofereceu a casa dela para que eu pudesse realizar a cerimônia. Foi algo emocionante e muito tocante para mim!

E olha que casa! Com um jardim amplo e uma capela, perfeitos para um casamento. 

casamento diy karla e cristian

Meninas, vocês sabem que ganhar um lugar desses de graça é simplesmente um presentaço de Deus, não é? Representa uma economia enorme! A noiva ainda contou com ajuda de outra amiga da igreja expert em casamentos e todo tipo de evento. Praticamente uma assessora particular, de graça!

Faltando um mês para a cerimônia, a noiva começou a colocar a mão na massa pra valer mesmo.

Já era tempo, hein, Dona Karla?!

As amigas, a mãe, a sogra, a irmã e o noivo também pegaram no batente pra terminar os detalhes da decoração: repararam as garrafas, etiquetaram os bem-casados, cobriram as garrafinhas de bolinhas de sabão, etc. Costumo dizer que amigo que é amigo, tem que queimar o dedo com cola quente nos preparativos do casamento  😆 

Tudo da decoração, o casal ganhou ou pegou emprestado dos amigos e da família: os quadros da mesa do bolo eram do quarto da irmã da Karla (Karine), os vasos de vidro da amiga Erianne, que também arrumou, maquiou e levou a noiva ao local da cerimônia (presentes de madrinha!), as bombonieres eram da mãe da Karla, e a mesa do bolo já era da casa da Marta (aquela que emprestou o espaço maravilhoso!). E tem mais:

casamento diy karla e cristian

O bolo eu ganhei da minha chefe, Mara Myrela. Uma grande amiga, Paula Said, me deu de presente os docinhos. As caixinhas para os doces, uma amiga, a Nadir, conseguiu as sobras de um casamento de uma prima dela. As plaquinhas de sinalização, eu ganhei do marceneiro, o qual não cobrou nada no dia que eu fui lá pedir para fazer (pasmem!!!). Depois, fiz o adesivo para colocar nas plaquinhas na mesma gráfica em que fiz a arte do convite! Minha mãe pagou pelo coquetel e pronto!

noivos casamento diy karla e cristian

entrada da noiva casamento diy karla e cristian

Dá pra perceber o quanto a Karla é uma pessoa amada e amável! Até o marceneiro não cobrou pelo serviço contratado.  😮

A noiva teve um sustinho na hora da cerimônia, pra dar aquela emoção a mais. Afinal, casamento sem emoção, não é casamento! 

A decoração não estava completamente pronta no horário marcado. Mas, mais uma vez, as amigas entraram em ação, finalizaram o que precisava e tudo ficou dentro dos conformes. Ou melhor, tudo ficou muito mais incrível do que a noiva tinha planejado.

arrumação do palete no casamento diy karla e cristian

Sempre digo que tive amigos-anjos ao meu redor e muito amor envolvido por parte de todos para que esse casamento acontecesse! Deus fez tudo perfeito! Um mini-wedding cercado de muito amor e lições! Quando perguntam quanto eu gastei, ninguém acredita, mas eu sei que esse faz parte de mais um dos muitos milagres que Cristo fez por mim!

casamento diy karla e cristian

amigas no casamento diy karla e cristian

A lista de amigos que ajudaram os noivos é enorme. A Karla ia lembrando e me mandando os nomes por que queria homenageá-los e agradecer tamanha disponibilidade e tamanho carinho. O celebrante, Pastor Humberto, não cobrou nada para realizar a cerimônia, assim como o amigo Ricardo Marques, que também deu uma palavra no dia e acompanhou o casal durante o namoro, além do Germano Ribeiro que deu de graça a filmagem do casamento.

Como tudo começou 

Meninas, a história de amor da Karla e do Cristian dá um outro post. É muito legal! Vou tentar resumir pra vocês.

Um amigo em comum dos dois insistiu pra que eles se adicionassem no Facebook. Ela em Fortaleza. Ele em Porto Alegre.

O papo começou, então, com a ajudinha do Tio Mark Zuckerberg. Depois os pombinhos passaram para o Skype e seis meses mais tarde eles se conheceram pessoalmente na terra do sol. 

Conversa pra lá, conversa pra cá, o casal resolveu encarar um namoro à distância mesmo. (Já viram esse outro post sobre namoro à distância?) O problema é que o Cristian ganhou uma bolsa para morar em Budapeste, na Hungria (longe pra caramba!) por 5 meses, pra fazer um trabalho voluntário.

E agora? Foram mais 5 meses de Skype. E quando o Cristian finalmente voltou…a Karla terminou. 
🙁

Tentamos ficar sem nos falar, mas não deu. O Cristian me ligava todos os dias. Decidimos que manteríamos apenas a amizade, mas em setembro de 2014, ele me “encostou na parede” e disse: “Ou você decide vir para cá ou eu vou para aí para nos casarmos ou, então,  a nossa história termina  aqui!

A Karla refletiu, conversou com a família dela e reatou o namoro. 🎉 🎉 🎉  Depois de pouco tempo, veio o noivado.

Ele chegou na minha casa de surpresa com as alianças na mão e um buquê de rosas e me pediu em casamento

Aí, o final vocês já sabem: uma celebração linda, intimista e delicada, fruto da união de esforços de pessoas que acreditam no amor verdadeiro, que não conhece distância. 💖

casamento diy karla e cristian

Fotos oficiais: Thiago Cascais

lua de mel de 12 meses pelo mundo mochilão
Criatividade, Economia, Originalidade

Lua de mel de 12 meses pelo mundo

Quantas vezes você já escutou:

“Nossa vocês deveriam gastar esse dinheiro todo da festa em uma viagem de arromba”?
Viajar é bom demais, mas a festa de casamento…ah, é um momento tão marcante! Talvez o único na vida que consigamos reunir tantos amigos e parentes em um ambiente que transborda amor e felicidade, né?!

Se eu fosse escolher entre festa e viagem bombástica? Hum…Caso meu marido topasse (o que acho pouco provável 🙄 ), eu iria enveredar para uma terceira opção como os Noivos na Estrada estão fazendo.

noivos na estrada preparando lua de mel de 12 meses pelo mundo

A Thais e o Rafael, ‘minerins’ de BH, que se conheceram pelo Tinder (olha só, mais um casal que se conheceu pelo aplicativo, além desse aqui do blog) vão fazer o casamento, com cerimônia, recepção e lua de mel. Mas bote lua de mel nisso. Será uma de viagem de 12 meses pelo mundo. Exato. Também fiquei chocada. Mas vou repetir pra você captar a mensagem: lua de mel de DOZE meses pelo MUNDO!!! 😯

Nos casaremos no dia 5 de agosto e, no dia 29, partiremos para nossa super lua de mel de um ano!
Considerando o roteiro atual (que já está na versão 21 e ainda poderá ser modificado! rs) serão 22 países distribuídos entre América, Ásia e Europa, sendo aproximadamente 4 meses para cada continente. Vamos começar pelas Américas, conhecendo da Colômbia até o México; depois, na Ásia, vamos rodar pela parte sudeste, desde o Vietnã até o Nepal; por fim, vamos conhecer o leste Europeu.

noivos na estrada com mapa para lua de mel de 12 meses pelo mundo

Que lua de mel espetacular!!! Dá pra imaginar como essa experiência vai ficar tatuada no coração deles?! E como será incrível contar tudo isso para os filhos, sobrinhos, netos?!

noivos na estrada lua de mel de 12 meses pelo mundo

Aí vocês já devem estar pensando: “só podem ser milionários pra conseguir fazer algo desse tipo”. Pois saibam, meus caros, que eles são gente como a gente, com contas, apertos e desapertos diários. Tinham essa ideia de rodar o mundo, mas havia a questão dos gastos e responsabilidades normais da vida. A Thais foi pesquisar e descobriu que uma viagem assim não era esse biiicho de sete cabeças, financeiramente falando.

lua de mel de 12 meses pelo mundo noivos na estrada

E, se íamos conhecer o mundo, por que não partir logo depois do casamento e transformar essa viagem em super lua de mel?

A grande diferença aqui é que o casal tem um pouquinho mais de ousadia e espírito aventureiro do que a maioria de nós, né?! Só de pensar de abandonar tudo por um ano, dá aquele medinho lá fundo. Mas os noivos fizeram um planejamento bem bacana para conseguir realizar essa estripulia com os pés no chão.

Vamos fazer uma viagem low cost, bem no estilo mochilão + hostel (albergue). Desde que resolvemos fazer a lua de mel de 12 meses pelo mundo, passamos a reduzir todo tipo de gasto possível! Morando juntos, já temos alguns gastos: financiamento do apartamento, condomínio, luz, telefone…mas reduzimos onde foi possível: nas saídas, compras, salões de beleza, plano de celular e até cortamos a TV a cabo. Com isso, conseguimos juntar uma boa parte do dinheiro. Nossa lista de casamento vocês já devem imaginar: cotas de lua de mel! Também estamos procurando alguém para alugar nosso apartamento. Venderemos o carro e o Rafael, que é arquiteto vai continuar trabalhando remotamente.

lua de mel de 12 meses pelo mundo mochilão

Claro que, no começo, o espanto foi geral entre os convidados. Aquele espanto de alegria mesmo. Depois, o pessoal começou a querer saber mais e até ver se conseguia combinar um encontro com a Thais e o Rafael por esse mundão. E não é que tá dando certo?!

Já temos companhia para nosso período na Tailândia =)

noivos na estrada sorrindo para lua de mel de 12 meses pelo mundo

E aí, quem toparia essa aventura? (Eu! Eu! Eu!)

Pra saber por onde eles andam, é só segui-los no Instagram, visitar o site (muito legal!) ou a página no Facebook.

@noivosnaestrada
noivosnaestrada.com.br
fb.com/noivosnaestrada

*Fotos: Rafael Cardias da Disse Sim

casal projeto uma latinha pra casar casamento simples
Criatividade, Economia

Casal junta latinhas para casar

Só quem está se preparando para casar, sabe o quão difícil é ver esse planejamento sair do papel. Qualquer casamento simples, hoje em dia, come uns bons bolinhos de dinheiro da nossa conta bancária. As tão suadas notas nem chegam a ver a cor do nosso bolso. Isso sem falar nas milhares de coisas que vão além de cartório e festa, como a arrumação da casa, né?!

Se o negócio aperta, os noivos também sabem se reinventar. (Lembram desses dois que vendiam água na praia?) O Bruno e a Ana, juntos há quase dois anos, são exemplo disso.  Pra eles, não tem tempo ruim quando a meta é juntar as escovas de dentes. Colocaram o casamento como objetivo e traçaram um projeto que deve terminar no final de 2016.

casal do projeto uma latinha pra casar casamento simples

Começamos a fazer os orçamentos para o casamento e vimos que não teríamos condições de pagá-lo com nossos salários. No fim de 2015, resolvemos, então, juntar latinhas, já que minha mãe faz isso e eu sempre a ajudava quando podia.

Latinhas de alumínio! De uma em uma, eles vão renovando as esperanças de conseguir fazer o mais lindo casamento, simples que seja. O projeto ganhou até um nome e uma página no Facebook: Uma Latinha para Casar. Simples assim.

banner uma latinha pra casar casamento simples

Vocês tem noção do amor que move esse casal? Quantos teriam a força de vontade deles?

Juntar latinhas não deve ser nada fácil e é preciso muitas para se ter algum dinheiro. Para vocês terem uma ideia, pelo que pesquisei aqui, o quilo da latinha de alumínio vale de R$ 2,40 a R$ 3,70. Para conseguir um quilo, são necessárias 75 latas. Faça os cálculos aí.

Mas como diz o ditado: ter amigos é melhor que dinheiro no bolso. A história do Bruno e da Ana se espalhou pela cidade do interior de Minas Gerais (Itabira), onde moram, e a adesão entre colegas e até desconhecidos foi incrível:

É até engraçado porque eles sempre falam com a gente: “não consigo mais ver uma latinha na rua e não recolher para vocês”. É gratificante ver todos envolvidos com o projeto. Não apenas amigos, mas pessoas que nem conhecíamos antes.

latinhas do projeto uma latinha pra casar arrecadação proejto uma latinha pra casar casamento simples

Os dois já arrecadaram mais de 20 mil latinhas, que estão sendo armazenadas na casa deles para serem vendidas no final do ano. Mas há lugar pra muito mais, viu?! O casal, que se conheceu ainda na escola, tem fé que a celebração desse amor e o sucesso do projeto serão lindamente comemorados no dia 17 de abril de 2017, a provável data do casamento. 

casal uma latinha pra casar casamento simples

Acessem a página deles (Uma Latinha para Casar) e ajudem como puderem! 🙂

* Foto destaque: Igor Procópio/DeFato

personalizar seu casamento
Criatividade, DIY, Economia

7 maneiras (baratas) de personalizar seu casamento

Uma das coisas mais sem graça que eu particularmente acho é: casamento que não reflete a  personalidade dos noivos. Festa bonita tem a ver com o jeitinho do casal, visível nos detalhes da festa. Por isso, personalize sua celebração! Com seu toque. Sua criatividade. Sua história.

Veja algumas dicas:

1. Invista em papelaria:

Com papel e uma impressora colorida a gente consegue dar um charme enorme à festa. Faça tags para colocar em garrafinhas, copos, jarras, lembrancinhas, docinhos, nos porta guardanapos… Imprima (na sua impressora de casa mesmo) cardápios, marcadores para mesa dos convidados e confeccione outros detalhes como corações, passarinhos e gaiolas de papel no melhor estilo DIY para incrementar delicadamente a decoração.

 

personalizar seu casamento passarinho gaiola papel

 

Não tem muito tempo de colocar a mão na massa? A Estrutura Festas, parceira do Causos de Noiva, faz placas, tags e diversos itens personalizados online da maneira que você sonhar. E o melhor: com um preço bacana, pensando no orçamento apertado de toda noiva. Quem é leitora do blog ainda ganha ganhe 10% de desconto!!! Use o cupom “causosdenoiva

2.  Mostre seu hobby

Gosta de skate? De bike? De esportes náuticos? De música? Inclua símbolos do seu hobby nos itens de decoração do casamento.

3. Fotos & mais fotos

Há diversas maneiras diferentes e charmosas de incluir  fotos na sua festa de casamento. Além de colocá-las em porta-retratos, dá para fazer cortinas, varais, centro de mesa, painéis, etc. Você também pode mostrar, através de fotografias antigas, a história de amor dos seus pais ou trajetórias de pessoas especiais para o casal. Lindo, né?!

As fotos de recordação ainda podem ficar super bacanas com painéis de tamanho real, que imitam por exemplo, uma Kombi retrô. Dá pra fazer uma com o seu estilo e seu monograma! (clique na imagem e saiba como fazer)

personalizar seu casamento

4. Sirva comida que tem a ver com vocês

Se você e seu noivo(a) têm um jeitão irreverente, dá pra mostrar isso também na comida. Já pensou em servir pizza? Ou hambúrguers? Dindim, geladinho ou sacolê? Faça um menu gostoso e diferente, que possa transmitir esse bom humor e essa informalidade típica do casal.  Inclusive, você pode colocar um food truck ou uma food bike pra dar um diferencial a mais na festa. Que tal?

5. Lousa e giz

Ah as lousas…Um caso de amor tenho por elas. São fáceis de achar (e fazer com tinta apropriada) e você pode personalizar qualquer cantinho, criando textos e desenhos de acordo com a tendência do seu casamento. Dica: o giz líquido (tipo um canetinha) é muito mais prático pra você fazer qualquer arte nas lousas.

personalizar seu casamento lousa

Técnica para você escrever lindamente nas lousas 😉

6. Entrada da noiva

A hora mais esperada da cerimônia não precisa seguir o padrão básico, se isso não combinar com seu estilo. Coloque uma música diferente, que lembre alguma data importante pra vocês, entre sozinha, acompanhada da mãe, do padrastro, do irmão, dos irmãos, do bichinho de estimação… O importante é você representar sua história ali naquele momento. Uma noiva, que contamos aqui no blog, esperou o noivo no altar. Super emocionante e diferente. Veja o post aqui.

Causos_Dayane_7

Um outro noivo, fotógrafo de profissão, trocou a plaquinha de “lá vem a noiva” por uma câmera fotográfica e clicou a amada entrando no salão. Confere a histórias e as fotos neste post

noivo fotografa entrada da noiva

7. Pista de dança personalizada

Em festas em locais fechados e até ao ar livre, a pista de dança pode se transformar em uma espécie de grande peça de decoração personalizada. Aplicar no piso um monograma ou qualquer outro texto referente aos noivos, é uma ideia delicada que, além de surpreender os convidados, deixam as fotos tiradas do alto lindíssimas.

personalizar seu casamento pista de dança

Foto: Rebecca Wood

personalizar seu casamento pista de dança

Foto: Zelo Photography

 

Se você não quer dor de cabeça e nem sair de casa, clique aqui e receba o material personalizado da sua pista de dança em casa com toda tranquilidade 😎 . Por que estresse já temos muito, certo? Não esquece que você tem 10% de desconto em qualquer compra no nosso parceiro Estrutura Festas com o cupom “causosdenoiva”  😉 

expo noivas e festas
Economia

Expo Noivas e Festas 2016: Vale a pena?

O ano de 2016 mal começou e fui logo ver o que os eventos de noiva têm pra oferecer de novidade. Fui à primeira edição do Expo Noivas e Festas, que acontece neste penúltimo fim de semana de janeiro de 2016 (22 a 25/01) no São Paulo Expo (antigo imigrantes). Existem outras edições do mesmo evento em maio e outubro em São Paulo.  Então, se por acaso você não for casar logo, pode esperar pelas próximas feiras.

A primeira dica é: não vá com pressa. Se você não for com seu noivo, chame as madrinhas, a mãe ou aquela tia mais descolada e encare a feira como um programa divertido que pode render uma boa economia na festa de casamento.

Eu, particularmente, nunca tinha ido à essa feira especificamente. Confesso que esperava um evento bem maior, grandioso, com muito mais expositores, empresas, porque o lugar é imenso, mas apenas uma parte é usada pelos fornecedores. O que por uma lado é bom, já que você não precisa andar demais pra ver tudo.

E lá você vai ver tantos pequenos fornecedores (aqueles mais artesanais) quanto grandes empresas com mega estandes montados. É um espaço democrático. Por onde você andar, os promotores vão te abordar: “já tem cerimonial?”, “já fechou sua fotografia?”, “quando vocês casam?”.  Não feche com o primeiro que vier falar com vocês. Rode a feira uma, duas, três vezes e veja todas as opções de preços e certifique-se da qualidade do serviço. Nem sem sempre aquele do estande mais bonito vai ser o melhor profissional.

Outra dica: quando for assinar o contrato lá no evento, pegue seu celular e na internet pesquise o nome da empresa no Reclame Aqui! Veja ali na hora se há alguém reclamando e tire suas dúvidas ali mesmo com o fornecedor.

Conversei com muitos expositores e, como é comum nas feiras, muitos estão com preços de promoção só para quem fechar nesse período de evento. Peguei alguns orçamentos pra vocês terem uma ideia:

  • Fotografia: preço normal R$4.800 (2 fotógrafos mais álbum 40×40) . Preço no evento: R$3.800
  • Cabine de fotos personalizada: preço normal R$ 2.200 (4h de evento com fotos ilimitadas). Preço no evento: R$1.700
  • Robe de cetim para noiva: preço normal R$ 59 (todas as cores). Preço no evento R$55
  • Limousine: preço normal R$ 4.300 (2h de evento). Preço no evento: R$3.300

Lá você ainda pode encontrar bem-casados à R$1,40, convites elaborados à R$3,49 e pacotes para lua de mel, cerimonial ou festas completas em resorts com preços convidativos.

Uma coisa que achei super bacana e diferente na feira foi o BARfômetro. Gravei um vídeo pra vocês verem como funciona.

O preço do aluguel da máquina não achei absurdo: começa com R$800 (preço na feira). Lembrando: é uma brincadeira!

A única coisa que não gostei, de fato, foi o que gastamos pra entrar na Expo Noivas e Festas. O ingresso é R$25,00 reais por pessoa. Ou seja, gastei R$50,00 já que fui com meu marido. Além disso, se você for de carro (acho bem complicado ir de ônibus) você irá gastar R$35,00 reais de estacionamento (motos pagam R$25,00). O São Paulo Expo está em obras, então seu carro sai de lá parecendo que participou de um Rally Off Road.  Ainda gastamos mais R$10,00 com duas garrafinhas de água (um absurdo!). Fechando as contas, o passeio custou: R$95,00 reais. Ou seja, coloque isso no seu orçamento.

Por isso, uma feira como essa vale muito a pena somente se você for disposto a pechinchar e a fechar realmente alguns itens importantes do seu casamento.  😉

Serviço:

Expo Noivas e Festas
Quando: 22 a 25 de janeiro – das 14 às 22h
Onde: Expo São Paulo (Rod. dos Imigrantes, Km 1,5 – Vila Água Funda, São Paulo – SP)
Ingresso: R$25,00 por pessoa, diretamente na bilheteria no local do evento
*Maiores de 60 anos: R$ 12,00
Crianças até 10 anos: Grátis

Mais informações do evento: www.exponoivas.com.br

desabafo carta de uma noiva
DIY, Economia, Erros e lições

Desabafo: Carta de uma noiva ao mundo

Querido mundo, como vai?

Eu sei como as coisas por aqui estão loucas, as pessoas estão se separando na velocidade da luz e muitos casamentos se tornaram espetáculos intergaláticos. Ok. I get it!

Mas eu quero casar. E quero festejar à minha maneira. Por favor, facilite as coisas.

Não diga que vou gastar dinheiro à toa, que daqui a pouco vou estar indo ao cartório assinar o divórcio, que ainda tenho muita vida pela frente. Por acaso vou trocar alianças quando já estiver “sem muita vida”?

Mundo, sei que é difícil entender, principalmente se você já viu muitos casamentos meteóricos, relacionamentos fora do eixo, crateras feitas pela paixão, mas, por gentileza, não jogue esses meteoros no meu sonho.

É o meu sonho, sabia? Se achar que é coisa de lunática se vestir de branco, entrar na igreja, investir em decoração e tudo mais, ignore esse meu momento. Afinal, tem tanta coisa pra você se preocupar por aí. Apenas continue na sua órbita cotidiana. Se essa minha atmosfera te incomoda, já sabe que tem aquele botãozinho lá, né?! Segue girando. Acredite, vou ficar super bem.

Ah, mas você só quer criticar ajudar, não é mesmo?!

Mas ó, esse tipo de help não acontece. Quer me dar uma mãozinha e me fazer a noiva mais feliz do planeta? Vem dar uma voltinha aqui em casa, uma rotação básica, pra pintar caixas, decorar garrafas, escrever nos envelopes, colar lacinhos… Inclusive, a pistola de cola quente está aqui na tomada. Vem mesmo que já tô vendo estrelinhas de tão exausta.

Beijos pré-nupciais,

A noiva.

 

casamento no sertão
DIY, Economia

Casamento no sertão: beleza em meio à seca

A paisagem não era das mais graciosas. Na verdade, era bem difícil achar graça naquele cenário castigado pela seca na cidade de Pereiro, no interior Ceará.

casamento no sertão

Mas, em um dia especial, a sequidão não foi páreo para a enxurrada de amor que encharcou de vida e cor aquele pedacinho do sertão. Era o casamento de Nívia e Toninho, um dos mais simples e ao mesmo tempo estonteantes que já vi.

casamento no sertão

Há algum tempo trabalho em uma empresa de fotografia e fotografamos muitos casamentos luxuosos. Porém, sempre pensei em algo mais simples no meu casamento, pois sou de uma família humilde do interior do Ceará, assim como o meu esposo.

Os caminhos dos pombinhos se cruzaram antes de Nívia voar para a cidade de São José dos Campos em São Paulo, onde mora desde 2009. O rapaz permaneceu no Ceará, solteiro, mas com os pensamentos lá na moça que foi embora. Os anos se passaram e em fevereiro de 2012, Toninho resolveu retomar o contato perdido.

E o homi foi ‘ligeiro bala’, falando no bom Cearês, com todo o processo de namoro, noivado e casamento. Pense!

Ele me ligou e em menos de um mês de conversa já me pediu em namoro e em casamento tudo no mesmo dia e pelo telefone (rs). Em julho, ele se mudou para São José para ficarmos noivos e decidimos que nosso casamento seria no Ceará, em dezembro de 2012.

casamento no sertão

Amigos e parentes foram os responsáveis por fortalecer a correnteza de alegria que banhou o lugar. No vasinho decorado, no arranjo de flores, na costura das roupas, na madeira cortada e trabalhada e em todos os cantos era possível ver o carinho e a dedicação de alguém querido. Um casamento totalmente DIY, com toques rústicos verdadeiros e requintes aprimorados de romantismo.

casamento no sertão

casamento no sertão

Tivemos um pouco de dificuldade por conta da organização à distância, pois só pude estar em Pereiro uma semana antes do casamento. Contei com a ajuda da minha mãe, irmã, tia, meus primos e amigos para providenciar tudo. Outra dificuldade foi a grande seca no Ceará. Estava tudo muito seco e, por exemplo, flores naturais não existiam. Tivemos que usar criatividade, amor, dedicação e empenho, mas acabou ficando tudo como nós queríamos.

casamento no sertão

Fico pensando, aqui cá comigo, que nenhum jardim europeu imponente seria capaz de emoldurar tão bem essa união cearense como o sertão assim fez, mesmo em meio a sequidão.

casamento no sertão

Não é à toa que o filme desse casamento ganhou o mundo pelas redes sociais. Eu perdi as contas de quantas pessoas me marcaram no vídeo, antes e depois de eu casar. E podem continuar marcando, tá? Não me canso de assistir. É como se, todas as vezes, respingasse em mim umas gotinhas dessa chuva de felicidade.

Vocês não viram o filme? Cliquem aí e segurem as lágrimas.

Casamentos_0001_Nivia e Toninho/Ceará from Neon Filmes on Vimeo.

Nívia e Toninho, que a relação de vocês seja esse ‘pé d’água’ de alegria e simplicidade, sempre! Parabéns.
Ah, vocês também já viram o post Exuberância da Simplicidade? Gente, acredite, é possível casar com pouco e ter uma celebração encantadora. It’s not about money!  😉